domingo, setembro 17

Quando a palavra ridículo é um eufemismo (II)

Aconteceu ontem, em pleno Alvalade.
O título do Record é elucidativo.

malta com binóculos

  • "Foi um lance muito rápido"
    Adorei o piscar de olho de Ronny para o banco. Sem palavras.

    By Blogger Fixe, at 1:12 da manhã  

  • "O Sporting, esse planeta imaculado onde aterraram as virtudes do Universo, já anunciou que vai participar disciplinarmente do árbitro, um tal Ferreira, que faz o favor de não me ser nada. Sugiro ao Sporting que inclua na participação o árbitro do jogo da semana passada contra o Nacional da Madeira, que o Sporting ganhou com um golo precedido de ireegularidade." http://www.tomarpartido.weblog.com.pt/

    By Anonymous Anónimo, at 1:52 da tarde  

  • ...e depois digam que não existem arbitros comprados...

    www.DomingosFaria.net

    By Anonymous Anónimo, at 8:05 da tarde  

  • Concordo.

    Mais que eufemistico, é caritativo utilizar a palavra ridículo para retratar essa capa do record - e, em geral, o tratamento da imprensa ao assunto. Insinuar, mais ou menos explicitamente, a desonestidade ou a incompetência de alguém para efeitos catárticos e exorcizar culpas próprias não é ridículo, é infame.

    By Blogger c., at 12:41 da manhã  

  • Já estou habituado a essas piadas do Record. Por acaso não sei o que eles escreveram depois do jogo com o Nacional em que o golo da vitória do Sporting foi obtido ilegalmente, mas de certeza que não foi Aldrabice.

    Um Abraço.

    By Blogger Pete, at 10:10 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home