segunda-feira, setembro 11

11/09

Hoje, cinco anos depois, olhamos para trás e o que vemos?

Por todo o mundo reforçou-se a vigilância. Instalam-se câmaras, revistam-se malas e matam-se electricistas em nome da segurança. O medo reina e ninguém se sente totalmente a salvo, sobretudo após as réplicas em Londres e Madrid. O povo ocidental olha agora com desconfiança para indivíduos árabes, o Islão tornou-se motivo de curiosidade mas também de rejeição e incompreensão.

Os EUA declararam guerra ao terrorismo e lançaram-se no Afeganistão e Iraque. As coisas correm bem nuns lados e mal noutro. As boas prestações são esquecidas e os erros grosseiros levam a velha Europa a criticar os métodos, às vezes até os fins, não conseguindo porém impôr (se é que tem) as suas ideias alternativas. Os EUA e, principalmente Bush, viraram o grande Satã e a culpa de todos os problemas mundiais (petróleo, direitos humanos, guerra, terrorismo..) são a eles atribuídos.

O que vemos? Vemos decisões certas e decisões erradas. O pior é que vemos muita gente a deixar que preferências político-ideológicas ou incentivos pessoais ou financeiros se sobreponham à lucidez e ao bom senso. Tanto de um lado como de outro.

malta com binóculos

  • Hoje para "comemorar" os cinco anos do atentado vi, aqui em casa, no dvd, o documentário "Farenhait 9/11".

    Sou contra o terrorismo, sou contra a violência e contra a guerra (muitos até gozam comigo porque não gosto de Paintball).

    Não posso aceitar que um soldado americano diga sobre os Iraquianos: "Não percebo porque não gostam de nós! Estamos a tentar ajudar!" depois de ouvir uma senhora a chorar a dizer: "Não percebo! Somos todos civis aqui! Não percebo porque nos atacam! Não sei quantos funerais já fiz desde que os Americanos chegaram!"

    Afinal o que estão os Americanos a fazer? Lutar contra o Terrorismo usando-o?

    By Blogger Inex, at 12:04 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home