sábado, julho 8

Demoradex

O procedimento para interditar os banhos na praia de Santo Amaro levou muito tempo até se tornar realidade. No dia 15 de Maio, as análises efectuadas revelaram má qualidade da água e semelhante situação verificou-se a 6 de Junho.
Mas só no dia 23 de Junho é que a CRSPLVT emitiu o Ofício 607/CRSP determinando a interdição a banhos em Santo Amaro.Esse ofício "chegou à Capitania do Porto de Lisboa (CPL) no dia 28 de Junho, foi despachado internamente no dia 30 e só no dia 6 de Julho é que foi dada informação à Polícia Marítima para fazer cumprir a interdição e avisar os concessionários da praia", declarou ao DN o oficial de relações públicas da CPL, comandante José Queiroz.


DN

Entretanto, durante 45 dias, ninguém suspeitou de que a água onde se banhava estava classificada como imprópria. Curiosamente, agora que a ordem foi dada, já existem novas análises que classificam a água como boa. O processo, porém, "não é automático"...

malta com binóculos

Enviar um comentário

<< Home