sexta-feira, julho 28

Capitalismo português (LIVE from teclado com acentos*)

O e-mail que dewscreve as variantes do capitalismo segundo as várias culturas, utilizando como exemplo as duas vacas é já bastante conhecido. Em suma, o capitalismo ideal sugere que, com duas vacas, o melhor será vender uma e comprar um boi, deixá-los multiplicarem-se até serem uma manada e depois vender.

As variantes vão desde o capitalismo japonês (você tem duas vacas. Redesenha-as para que tenham um décimo do tamanho de uma vaca normal e produzam 20 vezes mais leite. Depois cria desenhinhos de vacas chamados Vaquimon e vende-os para o mundo inteiro) até ao indiano (você tem duas vacas e ai de quem tocar nelas).

Agora, porém, temos uma nova versão portuguesa, à lá Sócrates. Das duas vacas, uma é-nos roubada. Depois aparece o IVVA - Imposto de Valor Vacuum Acrescentado. Um fiscal vem e multa-o, porque embora você tenha pago correctamente o IVVA, o valor era pelo número de vacas presumidas e não pelo de vacas reais. O Ministério das Finanças, por meio de dados também presumidos do seu consumo de leite, queijo, sapatos de couro, botões, presume que você tenha 200 vacas e para se livrar do sarilho, você dá a vaca que resta ao inspector das finanças para que ele feche os olhos e dê um jeitinho...

*obrigado Enrikki

malta com binóculos

Enviar um comentário

<< Home