quinta-feira, junho 22

Tributo



Exames.org – AEXAMES ou não há?

O projecto "Exames Nacionais e Acesso ao Ensino Superior" acompanha, pelo quinto ano consecutivo, o percurso dos estudantes de todo o país, constituindo uma referência para todos os alunos do Ensino Básico e do Secundário que realizam os exames nacionais e para todos aqueles que pretendem ingressar no Ensino Superior.

Fonte para milhares de estudantes, recurso de escolas e professores, referência ampla na web, o site www.exames.org constitui a face mais visível de um projecto de cariz voluntário começado em 2002. Este ano, com uma reestruturação a nível de imagem e de conteúdos, o site dá boas-vindas renovadas aos examinandos, mantendo a excelência e o rigor que têm sido a sua imagem de marca no passado.

O fórum, integrado no site, e o canal de IRC #exames, na PTnet constituem as ferramentas mais interactivas de apoio às dúvidas dos alunos e interessados ou o simples veículo de partilha de instrumentos de estudo e experiências comuns. É, por esta altura do ano, a «maior sala de estudo do país», com cerca de 10.000 visitas diárias.

Gerido por menos de duas dezenas de estudantes universitários «como se fosse uma empresa» (RTP, 26/06/2006), o projecto subsiste, assim, há 5 anos, sem qualquer tipo de interesse que não o bem comum. O projecto conta ainda com o reconhecimento e apoio de elementos de diversas estruturas responsáveis nestas áreas, nomeadamente de técnicos da Direcção-Geral do Ensino Superior, Gabinete de Avaliação Educacional e Júri Nacional de Exames.

O passo estrutural mais importante é o actual processo de criação da associação juvenil que representará o projecto – a AEXAMES, que permitirá o estabelecimento de parcerias e apoios importantes para a divulgação do projecto.

A primeira fase dos exames nacionais do Ensino Secundário iniciou-se esta semana e as avaliações irão decorrer durante os próximos dois meses. Portanto, a resposta é simples: AEXAMES sim senhor, e o projecto encarregar‑se‑á de apoiar e esclarecer todos aqueles que os vão realizar.


A equipa do Exames.org
22 de Junho de 2006

malta com binóculos

  • Os canais e o site deram-me muito jeito na altura, mas um pedaço de mim morre por dentro sempre que ouço algo como "sem qualquer tipo de interesse que não o bem comum".

    By Blogger Manuel Câmara, at 4:15 da tarde  

  • Espero que na parte de ti que morre renasça uma que perceba que nem todas as partes de nós devem ser dirigidas para o nosso próprio interesse, pois pode haver uma ínfima parte direccionada ao dos outros, sem com isso esperar contrapartidas. Melhor, se o problema está no interesse, considera o nosso interesse sentirmo-nos bem no final do dia por termos ajudado alguém. Mesmo que isso não envolva dinheiro. Considera-o uma espécie de "fringe benefit", pode ser que morras um bocadinho menos :)

    By Blogger Ana Sanches, at 4:48 da tarde  

  • Ora, os senhores do #exames não maximizam uma função lucro, maximizam uma função utilidade. Nessa função utilidade está incluído um factor que contabiliza esse tal "fringe benefit". Pelo que portantes estão a agir em seu próprio interesse, que é maximizar a própria utilidade. Caso contrário seriam seres irracionais.

    Não precisas de te preocupar com o meu falecimento fraccionário e sistemático, era só uma força de expressão.

    By Blogger Manuel Câmara, at 4:56 da tarde  

  • Mas o facto de maximizarmos a nossa própria utilidade não quer dizer que não estejamos a agir sem qualquer outro interesse que não o bem comum, tenha ou não isso por trás os "fringe benefits". O nosso interesse é mesmo o bem comum pois é isso que maximiza a nossa utilidade no site (com o duplo sentido que a frase acarreta).

    By Blogger Ana Sanches, at 5:12 da tarde  

  • Eu não tenho nenhum interesse para além do bem comum :P

    Tenho de admitir que fiquei ligeiramente tonta de ler os vossos comentários: estou a ler coisas sobre a dor para o exame de fisiologia e chego aqui e começo a ler sobre fringe benefits ;)

    By Blogger Sara, at 5:52 da tarde  

  • OK, Ana, assumindo que o unico interesse deles é o bem-comum, porque é que é do interesse comum publicitar a inexistencia de egoísmo da equipa?

    A mim parece-me que essa mensagem tem interesses próprios, o de glorificar os próprios feitos, e não trás assim nenhum bem significativo à comunidade.

    Não que haja alguma coisa de errado em fazer isso, claro. :)

    By Blogger Manuel Câmara, at 6:00 da tarde  

  • Vou-me manter à margem da discussão do bem-comum, embora partilhe (embora pareça difícil) de pedaços de ambas as teorias. Seja como for, o exames, embora nunca me tenha ajudado, tem-lo feito a muitos milhares (10, segundo se diz :) )de estudantes. E por isso, seja qual for o seu "interesse", merece o louvor e o desejo de continuação de bom trabalho.

    PS. O Telescopio será porventura o blog com maior número de membros do exames.org por post quadrado? :)

    By Blogger Tiago Alves, at 6:15 da tarde  

  • Tem como objectivo conseguir certas coisas que nos ajudam no bem comum ;) Nem que seja mais utilizadores :)

    By Blogger Sara, at 6:18 da tarde  

  • Provavelmente, sim :D

    By Blogger Sara, at 6:26 da tarde  

  • Porque é que a minha mensagem tinha que trazer um bem significativo à sociedade? Se calhar não confundíamos os interesses de uma organização com os meus...E se calhar não confundíamos a não existência de egoísmo com o orgulho numa iniciativa.

    By Blogger Ana Sanches, at 7:12 da tarde  

  • Encontrei o meu amor no exames.org, só por isso ja lhes agradeço *grins*

    ihih

    By Blogger Tiago, at 10:46 da tarde  

  • «Porque é que a minha mensagem tinha que trazer um bem significativo à sociedade? Se calhar não confundíamos os interesses de uma organização com os meus...E se calhar não confundíamos a não existência de egoísmo com o orgulho numa iniciativa.»
    Mas a mensagem está em nome do Exames.org.

    Não há problema nenhum em ter orgulho, e só apelidei de egoísta no sentido de não ser exclusivamente no interesse do bem comum. Só fiz estes comentários porque acho sempre suspeito quando alguém evoca o bem comum e porque acho que há demasiado preconceito contra o egoísmo. Não tem mal nenhum ser egoísta. Isto era para ser entendido mais como uma provocação amigável que como uma critica.

    By Blogger Manuel Câmara, at 12:06 da manhã  

  • Este site é muito bom, com toda a informação sempre disponível. Isto para não falar no excelente canal de irc #exames, sempre o primeiro em tudo (nunca me esqueço quando no dia anterior de saída das colocações apareceu do nada uma lista com as notas dos últimos colocados! Deu um jeitão!)

    By Blogger Fixe, at 2:14 da manhã  

  • Manuel a tua provocação amigável serviu para estarmos aqui os dois numa agradável e saudável discussão. Venham mais!

    Ps - Eu tenho o síndrome da filha única portanto não é preciso convenceres-me que não tem mal ser egoísta :P

    By Blogger Ana Sanches, at 2:22 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home