segunda-feira, junho 12

Quando os indicadores já nada indicam

A diminuição do número de falências faz hoje capa do DN. Não deixando de ser positivo, outras dúvidas se levantam. A primeira, bem pertinente, reside na incógnita sobre se foram as empresas ou os subsídios estatais os responsáveis pela sobrevivência destas instituições. A segunda, menos evidente, tem a ver com o facto de já irmos para o quarto ano de ciclo adverso. O que, conjugado com o espartilhado potencial, faz com que cada vez menos os portugueses se lancem na aventura empresarial. Este indicador, mais do que dizer que há menos empresas a fechar, mostra-nos que há menos empresas a abrir.

P.S. - Sou só eu que não acho uma coincidência esta notícia só merecer destaque no DN?

malta com binóculos

Enviar um comentário

<< Home