sábado, junho 17

Língua comum


Ontem, no café, foi belo de se ver toda a gente a puxar por Angola, a torcer para que cada contra-ataque do Ze Calanga (atenção a este rapaz!) desse golo, para que o Akwá rematasse à baliza ou para que os ataques do México fossem travados pelo guarda-redes João Ricardo. Ainda houve tempo para festejar a entrada do Mantorras, que esteve apagado. No final, um pequeno aplauso de regozijo pelo pontinho conquistado... e pelos dois retirados ao México.

malta com binóculos

Enviar um comentário

<< Home