quarta-feira, maio 3

A voz de António Chora

Os comunistas e o Partido Comunista merecem-me o maior respeito como grandes lutadores que foram (...) mas isso não lhes dá o direito de pensarem que são os donos da razão e da esquerda, pois apesar da análise que fizeram no congresso de Loures, continuam a apontar países como China, Coreia do Norte e Cuba como regimes democráticos, mostrando assim o seu conceito de democracia.

Quero no entanto esclarecer, que nunca fui anticomunista, nem sequer anti PCP, tenho hoje em dia claras divergências ideológicas com o PCP, fruto de parte do poema que refere “ o mundo pula e avança, como bola…”, mas é disso que se forma a democracia e só as ditaduras não o admitem.

Um excerto do artigo de opinião de António Chora, presidente da Comissão de Trabalhadores da Auto-Europa e actual deputado pelo BE, publicado no Diário do Barreiro. (destaques meus)
--------------------------------------------------------------------

Sem dúvida uma das mais valias do Bloco. Um indivíduo com alma de operário e conhecedor da vida. Pragmático e sem dogmas ideológicos, poderá ser um dos mais capazes de, no futuro, fazer o Bloco aproximar-se da realidade.

malta com binóculos

Enviar um comentário

<< Home