quinta-feira, maio 25

Leitura recomendada

""Teremos paz com os árabes quando eles amarem as suas crianças mais do que nos odeiam", Golda Meir

A partir do seu nascimento, muitas crianças palestinianas são ensinadas a odiar os israelitas e a procurar o martírio. Não só pelas suas famílias mas também por educadores ou professores em infantários, escolas, campos de Verão e por líderes religiosos nas mesquitas e nos media. Numa sociedade que glorifica o martírio, gerações após gerações prometem varrer Israel do mapa mesmo que isso custe as suas vidas, porque não receiam a morte e a Shahada é a maior honra que podem alcançar. Todos os meios são válidos desde vídeos, a manuais escolares e até banda desenhada."
-------------------------------------------------

Sementes de ódio, post da colega elise, n'O Insurgente

malta com binóculos

  • Se não fosse o frangueiro do Bruno Vale, segundo a tua alusão nos comentários, hoje tinhamos levado uns cinco ou seis.

    Um Abraço,

    Pedro Gonçalves.

    By Blogger Pete, at 9:38 da tarde  

  • Continuo sem perceber quem é que tem razão no meio daquela embrulhada toda, mas parece-me que eles também já não sabem, por isso deixei de me preocupar com essa parte do mundo. E Tiaguinho, escusas de me tentar explicar, porque eu não vou querer entender!

    By Blogger JP, at 8:34 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home