sexta-feira, maio 19

Introdução ao Intervencionismo (III)

Depois de obrigar os partidos a terem pelo menos um terço de mulheres nas listas, o PS vem agora legislar sobre a rotatividade dos deputados da Assembleia da República. Mas será que é normal esta ingerência nos assuntos dos outros partidos? Se o PS acha que deve ter 1/3 de mulheres nas listas, pois que tenha, mas deixe os outros partidos em paz! Se acha que a rotatividade dos deputados é excessiva (definam excessiva, por favor) deixe de a praticar, mas deixe os outros partidos em paz.

malta com binóculos

  • tu sabes k eu nao me meto nestas coisas de politica, mas isso de tar a impor a outros partidos o que nos queremos ter no nosso ja e um bocado abuso..mas pronto, eu nao percebo la mt destas coisas...mas vou aprendendo algumas coisitas ctg :)

    By Blogger Colombianita, at 6:02 da tarde  

  • Quanto à quotização de deputadas na AR, acho que é acima de tudo um desrespeito pelas mulheres. Quanto à rotatividade dos deputados, não conheço o projecto de lei, mas não sei se me parece assim tão descabido. Eu votar num tipo e depois aparecer outro porque o outro achava o assento da cadeira parlamentar duro, não sei se me agrada. Descredibiliza a imagem dos polítiocs, e Deus sabe o quão por baixo ela anda!

    By Blogger JP, at 12:36 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home