terça-feira, abril 11

God is a DJ

"O terrorismo não se faz só com bombas".

Os Padres da Madeira (um deles é o autor da frase acima) contestam a realização do Madeira Paradise - dance tour 2006 no dia 14 de Abril, Sexta-feira Santa. Foi elaborado um documento, a entregar ao Governo Regional, onde se critica a organização por ter escolhido a sagrada data para a realização do evento, deturpando o espírito da época. A reportagem da SIC mostrava ainda uma senhora indignada, a insistir que "era uma falta de respeito" pois " primeiro vem Deus (...) acima de nós existe alguém superior".

A posição dos Padres só vem dar razão a quem critica a estagnação da Igreja Católica. Quanto à senhora, a sua opinião é perfeitamente válida. Quem pensa, como ela, que acima de tudo existe Deus, certamente preterirá a festa disco por um serão em família ou em procissão. Para aqueles que, como eu, reconhecem apenas deuses como este, a escolha será certamente diferente. Mas não menos válida.

Adenda: Segundo o Tiago Barbosa Ribeiro do Kontratempos, o festival passou para Sábado de aleluia.

malta com binóculos

  • É assim tão difícil de perceber que nem todas as pessoas ligam ao que a Igreja liga?! Isto é completamente patético. Será uma vergonha se a festa não se realizar como está prevista.

    By Anonymous kimas, at 2:03 da tarde  

  • eu que sou crente não me importo nada se dançarem em cima da minha campa, mas adiante, cada um sabe de si e Deus sabe de todos...será mesmo uma vergonha se alterarem a data, pois nada impede a quem queira viver todo o significado religioso do dia, a não ser a quem o queira fazer e ainda queira ir á festa, mas temos que definir prioridades!!

    By Blogger a_mais_linda, at 7:09 da tarde  

  • mudou para Sábado...

    By Blogger AA, at 8:39 da tarde  

  • Eu sinceramente não compreendo tanta discussão. A festa era na sexta depois da meia-noite, ou seja, já no Sábado!

    Mas enfim...

    By Blogger Bruno Gonçalves, at 1:57 da tarde  

  • Para o Bruno:

    O facto de ser sexta ou sábado seria irrelevente, visto ser no periodo de Luto dos católicos, é por isso que reclamam!

    Sobre o post:

    Ainda não sei bem o que dizer! Sou católica e percebo a posição por outro lado sou cidadã e respeito a liberdade de cada um.

    By Blogger Inex, at 4:01 da tarde  

  • "O facto de ser sexta ou sábado seria irrelevente"

    Aparentemente não, já que com a nova data todos parecem contentes...

    By Blogger Bruno Gonçalves, at 6:16 da tarde  

  • Tiago, por essas e por outras é que eu deixei de ser crente, mas adiante, se quiseres podes ver o teu Deus aqui bem perto de mim, pois Sábado ele vai estar na Kadoc.

    Um Abraço,

    Pedro Gonçalves.

    By Blogger Pete, at 7:39 da tarde  

  • Eu sou crente e não deixei de o ser porque acredito que a fé vai para além das instituições, graças a Deus... (belo trocadilho!!!)

    By Blogger Ana Sanches, at 7:59 da tarde  

  • LoooooooooL... é bem China..
    Para os "não crentes", pode-se fazer uma simples comparação: se alguém que voces gostassem muito morresse nesse dia, voces gostariam que junto à vossa casa se fizesse uma festa da dimensão do Madeira Paradise?? A mim pelo menos ia incomodar um bocado...

    "O facto de ser sexta ou sábado seria irrelevente"
    Por acaso não é tão irrelevante, porque ser apenas no sábado, e festa que começa às 23:00 de sábado é qse uma festa no domingo, faz toda a diferença. Na grande maioria das paróquias, a ressureição de Cristo é celebrada na Vigília Pascal, que ocorre na noite de sábado para domingo, nomeadamente na minha paróquia às 22:30!! E isto faz toda a diferença, daí o ponto de vista a senhora que ficava indignada se fosse na sexta, e o silêncio se fosse no sábado.

    By Blogger Quicker, at 3:16 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home