terça-feira, abril 11

Férias da Páscoa

Assim como falham as palavras quando querem exprimir qualquer pensamento,
Assim falham os pensamentos quando querem exprimir qualquer realidade.

Mas, como a realidade pensada não é a dita mas a pensada,
Assim a mesma dita realidade existe, não o ser pensada.
Assim tudo o que existe, simplesmente existe.

Alberto Caeiro

É difícil exprimir estes dois últimos dias. A praia como cenário. O mar como banda sonora. O sol como pincel que tinge o nosso corpo de dourado. O dia que é longo porque se saboreia e curto porque se quer mais. Até a noite, que traz o frio, vem de mansinho e entrega as estrelas como que pedindo desculpa por roubar a luz.
Mas, como a realidade pensada não é a dita mas a pensada, torna-se difícil ligar simples palavras do meu pensamento à realidade que foram as férias da Páscoa...

malta com binóculos

  • Caeiro é sem dúvida o melhor heterónimo de Pessoa que tive o prazer de estudar. Gosto da maneira simples como vê o mundo, porque tudo é como é, sem perder tempo a tentar explicar o que é belo. A simplicidade é para mim uma boa forma de exprimir momentos de felicidade.

    By Blogger Jtcs, at 1:02 da manhã  

  • Gostei muito deste post... escreves muito bem, consegues transmitir a calma e beleza do cenário que descreves.
    Boas Férias!

    By Blogger a_mais_fofa, at 3:52 da tarde  

  • 1º post teu que comento!!! tá muito bom, Caeiro começa em beleza e tu concluis brilhantemente...os melhores momentos não se descrevem, vivem-se apenas...

    By Blogger a_mais_linda, at 3:58 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home