sábado, abril 8

Equilíbrios instáveis

O Governo decidiu dar tolerância de ponto na próxima quinta-feira.

Uma das primeiras interpretações sugere que o Governo percebe que o povo anda triste e sombrio com as perspectivas, farto de sacrifícios. Assim, num acto de compreensão, como que para equilibrar tantas coisas más, Sócrates concede um dia extra para o português estar com a família, para ir passear ou simplesmente para ficar no sofá, a fazer nada.

Uma outra, porém, pode defender que o Governo anda a pedir sacrifícios aos portugueses e agora, incompreensivelmente, concede uma estranha folga, quase inédita. Nesta linha, o Governo segue caminhos contraditórios, exigindo mais valor e competitividade para depois abdicar, sem nenhuma pressão para o fazer, de um dia de produção. E assim a mensagem não passa.

Nenhuma delas me parece errada. Errado é a comunicação social reagir da primeira forma agora quando há uns anos, na era Barroso, reagiu da segunda forma numa situação semelhante, aquando de uma simples e normal ponte.

malta com binóculos

Enviar um comentário

<< Home