segunda-feira, abril 17

Equilíbrio do Terror

O Irão tenta impedir o bombardeamento das suas instalações nucleares através de ameaças de retaliação. Numa reedição da estratégia americana no decorrer da Guerra Fria, Teerão tenta fazer crer que, caso o ataque seja desencandeado, a resposta poderá ser tão devastadora que suplantará o benefício do mesmo.

Esta aplicação da teoria dos jogos, ramo tão controverso como admirado da economia, surtiu efeito no passado. Porque ambas acreditavam no poderio alheio. Aqui reside o fulcro da questão. A ameaça dissuasora apenas tem efeito se houver fortes razões para acreditar que se possa vir a concretizar. A bola está do lado americano.

Por um lado, e tendo em conta a aparente facilidade com que os bombistas circulam pela nossa terra, talvez fosse bom pensar duas vezes. Por outro, estamos a chegar ao ponto em que qualquer cedência é perigosa. Em que o risco de não impedir o Irão de enriquecer urânio pode ser maior do que as milhares de vidas que se poderiam perder nos atentados. Será que dormimos todos descansados sabendo que uma nação controlada por radicais possui tecnologia nuclear? Se o pior acontecer, alguém desculpará quem, podendo, não o impediu?

malta com binóculos

  • Penso que vai haver uma nova guerra, e pelo que tem sido veiculado na imprensa norte-americana, a Casa Branca anda a planear uma invasão do Irão desde 2002. O problema é que o Irão tem bastantes mais recursos que o Iraque, e receio que uma guerra entre os dois se torne numa catástrofe humana e planetária.

    By Blogger Gonçalo Martins, at 11:33 da manhã  

  • no irão tem havido muitas greves de funcionários públicos. o descontentamento em relação ao regime dos ayatollahs não é tão pequeno quanto isso. +e preciso ajudar na mudança de regime.

    bombistas suicidas? imagino campos de reeducação para muçulmanos. já estivemos mais longe.

    By Blogger Elise, at 2:43 da tarde  

  • Não sei, como deixei implicito no post, se os EUA se lançarão na ofensiva. Além do problema da quebra de popularidade de Bush, está cada vez mais dificil encontrar aliados.

    Achei piada à tua ideia, elise..Mas não sei se a reeducação não torturante os libertará das palas que lhes toldam os olhos..

    By Blogger Tiago Alves, at 10:14 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home