quarta-feira, fevereiro 22

Sobre a edge e a sua perda

Este espaço tem andado bem longe do monstro político-económico que já foi. Culpa de todos aqueles que me andaram a meter na cabeça que o blogue deveria ser mais intimista..

Não sei se estou a perder a minha edge, como diz o António, ou não. Mas já agora confesso que as tiradas políticas não têm aparecido porque ando mesmo desinspirado e absorvido por outras coisas. Fases. Que me obrigam a postar fotos da Ariel e a fazer o que não fazia há mais de cinco anos: divertir-me a inventar guerras e tropas, movimentações e batalhas.

Há-de passar. E quando passar, me aguardem.
Tiago Alves

malta com binóculos

  • Isso cá para mim tem um nome, ou quem sabe dois..

    By Blogger Miguel da Silva, at 1:50 da manhã  

  • As tuas derivas "intimistas" em relação à temática politico-económica não são uma perda, são antes um acumulação. algo que vem demonstrar que há realmente um individuo por de trás das ideias, e não apenas uma máquina de processar informação...

    ;)

    By Blogger aL, at 10:07 da manhã  

  • Alaíde,

    Isso foi uma indirecta ao Joao Miranda? Ele já respondeu às manias? xD

    By Blogger Tiago Alves, at 2:23 da tarde  

  • :)

    By Blogger Elise, at 3:29 da tarde  

  • =)

    By Blogger AA, at 7:36 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home